Divulgação de chamada especial para Dossiê Temático – Revista X (UFPR) – “TRANSLINGUAGENS: DISCURSO, POLÍTICAS E PEDAGOGIAS

13 de setembro de 2019 / Comentários desativados em Divulgação de chamada especial para Dossiê Temático – Revista X (UFPR) – “TRANSLINGUAGENS: DISCURSO, POLÍTICAS E PEDAGOGIAS

Chamadas Destaques Menores

Dossiê Temático “Translinguagens: discurso, políticas e pedagogias
Organizadores por Cláudia Hilsdorf Rocha (UNICAMP) e Adolfo Tanzi Neto (UFRJ) com publicação pela Revista X (UFPR).
  • Período de submissões: 05/08/2019 – 31/10/2019
  • Publicação prevista: abril/2020
 
A translinguagem pode ser concebida como um termo ainda em evolução. Pensada a partir do contexto da educação bilíngue, como uma forma de enfrentamento a visões monolíticas e racionalistas diante da linguagem, do sujeito e da cultura,  a translinguagem seguiu evidenciando-se como uma ruptura paradigmática no campo dos Estudos da Linguagem, expandindo a noção de comunicação para além das palavras e línguas individuais ou nominadas, em favor de processos e práticas de construção de sentidos, ideológica e historicamente situadas e ecologicamente constituídas. Alinhada às ideias do pós-estruturalismo, a noção de translinguagem vincula-se a ideologias e práticas (educativas) que corroboram à luta por equidade e justiça social, em seus mais variados aspectos, ao mesmo tempo em que celebram a mobilidade, a mistura e a dinamicidade linguística, cultural, identitária e política sob lentes mais plurais, abertas e transgressivas. Performativas por natureza, as práticas translíngues mostram-se criativas, críticas, estratégicas e flexíveis, situando-se em meio a espaços de tensão e ruptura, abertos à desestabilização e à transformação. Em sua complexidade, as translinguagens imbricam-se em discursos e ideologias que podem, em uma roupagem restritiva, servir a discursos neoliberais, e, em contrapartida, assumir formas mais expansivas que potencialmente rompem modos mais autoritários e opressores de discurso e vida. Nesse horizonte, em que a transliguagem evidencia sua pluralidade e, por decorrência, realiza-se como filosofia, como espaços de crise e criatividade, como um conjunto de práticas pedagógicas, como discursos, ideologias e políticas potencialmente transgressoras, entre outras possibilidades, convidamos você a participar do Dossiê Temático que organizamos, com o propósito de fomentar o debate sobre essa temática, em seus diferentes contextos e nas mais diversas perspectivas.