Ministro da Cidadania recebe Atlas Linguístico, editado pela EDUEL

25 de setembro de 2019 / Comentários desativados em Ministro da Cidadania recebe Atlas Linguístico, editado pela EDUEL

Destaques Notícias

O Ministro de Estado da Cidadania, Osmar Terra, recebeu na última semana um exemplar do Atlas Linguístico do Brasil, lançado pela Editora da Universidade Estadual de Londrina (EDUEL) em parceria com 27 Universidades brasileiras e que faz uma radiografia do português falado no Brasil. O exemplar foi entregue pelo professor Frederico Fernandes, do Departamento de Letras Vernáculas e Clássicas, do CCH, presidente da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL). A visita foi intermediada pelo senador Flávio Arns, que acompanhou o professor à visita oficial, no último dia 19, em Brasília (DF).

Segundo o professor Fernandes, a entrega do Atlas sinalizou ao Ministro um pedido oficial da ANPOLL para que seja incluída na Comissão Técnica do Patrimônio Nacional da Diversidade Linguística, instituída pelo Decreto 9.938/19. De acordo com o Decreto, vários ministérios fazem parte desta Comissão, que não conta com nenhuma entidade ligada ao estudo e à pesquisa da área de Linguística.

“O Atlas representa a produção do conhecimento, ligado à diversidade da cultura”, salientou o professor. Segundo ele, a obra foi bastante elogiada pelo Ministro e pelo senador, que inclusive mencionaram a importância da UEL na produção e difusão do conhecimento, sobretudo na produção de ciência e cultura no Paraná. Ainda de acordo com o professor, o Ministro acenou positivamente à solicitação da ANPOLL. O Ministério deverá fazer uma análise para avaliar essa possível nomeação da entidade junto à Comissão Técnica.

Eduel – O Atlas Linguístico foi lançado em 2014, a partir de um estudo inédito iniciado em 1996 e que resultou em uma radiografia completa do português falado no Brasil. O livro foi produzido pela EDUEL, por meio da parceria com 27 universidades brasileiras.

Ao todo foram realizadas 1.100 entrevistas com brasileiros de 250 cidades, em todos os estados. O primeiro volume (210 páginas) reúne a introdução completa acerca dos usos e estrutura do Atlas. O segundo volume (368 páginas) traz as cartas linguísticas, com 159 cartas que contemplam os níveis fonética-fonológico, semântico-lexical e morfossintático da língua portuguesa. Os volumes mostram resultados da pesquisa realizada em 25 capitais do país, exceto Brasília e Tocantins.

Entre as autoras está a professora aposentada Vanderci de Andrade Aguilera, do Departamento de Letras Vernáculas e Clássicas da UEL. Também são autores da obra Jacyra Andrade Mota (UFBA), Maria Socorro Silva de Aragão (UFPB), Mário Roberto Lobuglio Zágaria (UFJF), Suzana Alice Marcelino da Silva Cardoso, Maria do Socorro Silva de Aragão (UFPB), Aparecida Negri Isquerdo (UFMS), Abdelhak Razky (UFPA) e Felício Wessling Margotti (UFSC).

Fonte: Agência UEL – http://www.uel.br/com/agenciaueldenoticias/index.php?arq=ARQ_not&id=29256