Os estudos empíricos na pesquisa linguística

https://revistas.ufrj.br/index.php/rl/announcement

Esta edição da Revista Linguística será dedicada aos estudos destinados à coleta e análise de dados sob diversos vieses teóricos. Dentro desse escopo, destacam-se a linguística histórica, a linguística experimental (psicolinguística ou neurolinguística), a sociolinguística, a sintaxe diacrônica, a linguística de corpora, a linguística computacional, a linguística antropológica, a linguística forense, entre outras. Logo, a prática empírica engloba um amplo espectro de pesquisa teórica e metodológica. O objetivo deste volume, portanto, é criar um panorama da pesquisa feita com base em coleta de dados. Além disso, pretende-se discutir como as pesquisas linguísticas podem se beneficiar do conhecimento entre áreas afins, e trazer reflexões sobre os vários desafios, por exemplo: quais dados se adequam melhor às questões de pesquisa e quais metodologias são viáveis e vantajosas do ponto de vista teórico e ético.

Convidamos contribuições de estudos que foquem nos métodos, processos, desafios e problemas do trabalho com dados, podendo incluir resultados ou não.
Além disso, os trabalhos podem ser de diferentes perspectivas, incluindo estudos de caso com dados primários e secundários de pequena e larga escala sob diferentes abordagens e aplicações metodológicas.

Tópicos sugeridos (lista de sugestões não exaustiva)
1.      Estudos explorando corpora para descrição de linguagem sincrônica ou diacrônica
2.      Estudos explorando métodos para analisar grandes corpora
3.      Estudos experimentais: psicolinguística ou neurolinguística
4.      Estudos Sociolinguísticos
5.      Estudos Etnográficos
6.      Trabalho de campo
7.      Estudos de caso, por exemplo, em estudos de linguagem de desenvolvimento típico ou atípico
8.      Discussões sobre relevância de determinadas metodologias de coleta ou análise.
9.      Métodos que exploram e analisam corpora, treebanks, ou qualquer outro conjunto de dados servindo à análise sintática, lexical, morfológica ou qualquer outro nível linguístico.