Anúncio de chamada

30 de abril de 2020 / Comentários desativados em Anúncio de chamada

Chamadas Destaques

Chamada para publicação Revista Estação Literária: vol. 25: O CORPO É LITERÁRIO

A Revista Estação Literária tem o prazer de receber contribuições da comunidade acadêmica para o Dossiê O Corpo e a Literatura.

Os discursos sobre/do corpo são múltiplos e essa complexidade se expressa pela história e pela literatura, simbolicamente. Nesse sentido  serão acolhidos trabalhos que pensam tais relações.

Recebemos também artigos de temática livre, resenhas e textos artísticos para o Espaço de Criação.

Nosso periódico é uma revista de publicação semestral e o prazo para submissão é 30 de maio.

    A partir do século XX, com a superação das dicotomias e da renovação do pensamento ocidental sobre a matéria corporal enquanto estrutura estritamente biológica e previamente constituída, o corpo ganha contornos complexos: de verdade e realidade irredutível sobre o humano, ele passa a ser considerado como matéria histórica, produzido nas relações sociais – um produto e efeito de poderes, interpelado por normas e disciplinas.

No entanto, dizer que o corpo é produzido pela linguagem não necessariamente é negar a sua concretude carnal. Ao mesmo tempo em que o corpo pode estar submetido às normalizações institucionais que conformam a sua materialidade, ele também pode estabelecer possibilidades de transgressão e subversão da docilidade.

Os discursos sobre/do corpo, assim, constituem como lentes simbólicas de análise da literatura e da história. O corpo estabelece-se como meio pelo qual os problemas em torno da ética, da estética, da política e das sexualidades inscrevem-se nos textos literários – e na arte, de modo geral.

Desse modo, este dossiê deseja construir um espaço para estudos em torno do corpo na literatura, a forma como a matéria corporal (corpo da escrita, escrita do corpo) é encenada pela palavra, o contorno da intimidade e dos erotismos, suas lacunas, dissociações e desvios. Abre-se espaço, em diversas abordagens, para textos que investigam o corpo enquanto objeto e sujeito da escrita: o corpo clandestino e subversivo, o corpo retalhado e violentado, o corpo imigrante, o corpo político, o corpo como espaço de memória (individual e coletiva), o corpo estranhado e familiar. O corpo literal, o corpo literário.

O período de submissões para o vigésimo quinto volume da Estação Literária está aberto e contamos com a sua contribuição para a construção coletiva dessa reflexão.