Chamada de Trabalhos: Revista Igarapé 

28 de maio de 2020 / Comentários desativados em Chamada de Trabalhos: Revista Igarapé 

Chamadas Destaques Menores

Revista de Estudos de Literatura, Cultura e Alteridade (QUALIS B-1) é uma publicação do grupo de pesquisa Literatura, Educação e Cultura: Caminhos da Alteridade do Programa do Mestrado Acadêmico em Estudos Literários (MEL)  da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e está com chamada aberta para dossiê, com o tema: “Alianças & Rupturas: o deslimite poético entre o moderno e contemporâneo”

Em 1993, quando da publicação de O livro das ignorãças, o poeta Manoel de Barros chega a uma condensação poética importante em sua obra: “os deslimites da palavra”. O termo “deslimite”, claro, não está dicionarizado, e se presta a diversas possibilidades de interpretação. Aqui, tomamos esse termo de empréstimo naquilo que pode referendar uma das mais significativas linhas de força da poesia moderna, qual seja, liberar a expressão lírica da mímesis do mundo, da imitação da natureza e do caráter humano tal qual o pensamento clássico o entendia. O “deslimite” não significa, portanto, a negação de um limite simplesmente, mas além, é um espaço no qual os limites são expandidos e expostos aos conflitos, tensões, dúvidas, iluminações que resultam numa delicada síntese entre as paixões que nos movem e a consciência crítica como um devir da condição da criação poética. A partir da expansão dos limites do poético, da palavra desapossada da razão logocêntrica, nosso objetivo é problematizar os encontros entre a tradição da poesia moderna e a poesia contemporânea. A tradição moderna a qual fazemos referência tem suas linhas de força localizadas em As flores do mal, de Baudelaire, ou mesmo desde as ideias de Novalis, já em fins do século XVIII, as quais elevam os limites da relação entre poesia e pensamento, o que acentua o gesto autorreflexivo do fazer artístico a partir do qual a consciência crítica serve de ponto de partida da expressão estética. Como objetivo maior dessa publicação que ora se organiza, provocamos e convidamos pesquisadores interessados em discutir os sentidos do encontro entre o moderno e o contemporâneo, seja pela retomada dos índices poéticos da modernidade no contemporâneo, seja nas rupturas que proporcionam uma dicção poética dissimuladamente fraturada, ambígua e que coloca em jogo a transcendência do moderno subjacente à poética contemporânea.

Os professores, doutor Paulo Eduardo Benites de Moraes (UNIR) e doutor Eduardo Horta Nassif Veras, da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), convidado externo, são os responsáveis pela organização e edição do dossiê.

Prazo de submissão: 28 de setembro de 2020.

As submissões podem ser feitas online na página web da revista http://www.periodicos.unir.br/index.php/igarape ou por meio de correio eletrônico para o seguinte endereço revistaigarape@unir.br