Edição 309 Pensar a Educação em Paulta

2 de março de 2021 / Comentários desativados em Edição 309 Pensar a Educação em Paulta

Destaques Menores Lançamentos

 

EDITORIAL
Desvincular recursos do orçamento da saúde e educação fere a constituição

O direito à saúde e à educação são assegurados em nossa Constituição Federal e foram conquistados a partir de muita luta da sociedade brasileira. Ambos os direitos têm caráter prestacional e dependem de recursos para a sua efetividade. Sem a garantia de recursos suficientes à sua manutenção, o País viverá um grande retrocesso e um desmonte da rede escolar e do SUS. Leia mais.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO
Finalizando a série de retrospectiva sobre a educação em 2020, que contou com a participação de pesquisadores, professores e estudantes, o programa Pensar a Educação, Pensar o Brasil dessa segunda-feira conversa com a presidente do Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro/MG), Valéria Peres Morato Gonçalves.

Segunda-feira também tem a Agenda da Educação com os principais eventos da semana e a sessão especial #MídianaEscola, abordando temas relacionados à escola, COVID-19 e às aulas remotas

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação, Pensar o Brasil vai ao ar pela Rádio UFMG Educativa 104,5 FM.

LIVE – PENSAR AO VIVO
Diversidade na Educação – O que a escola precisa aprender?
Na próxima quarta-feira conversamos sobre os desafios da Educação quando o assunto é diversidade e relações de gênero nas escolas. Em uma conversa descontraída e informal, nos encontraremos nas trajetórias e experiências vividas por educadoras e alunas, engajadas na construção coletiva de escolas plurais, democráticas e diversas. Estimulados pela máxima freireana, em prol de uma educação emancipatória, queremos nos perguntar: o que a escola precisa aprender para continuar ensinando?
O Pensar ao Vivo vai ao ar dia 3 de março, às 17h, no canal do Pensar a Educação, Pensar o Brasil, no YouTube. Haverá emissão de certificados para os participantes.

EDUCAÇÃO EM DEBATE
A cultura do home office e a pedagogia do vírus – Evelyn de Almeida Orlando – EXCLUSIVO
O excesso de atividades que temos tido não faz o tempo render, ele preenche todo o tempo. A lógica é que, se há economia de tempo, esse suposto excedente deve ser preenchido com mais trabalho.

Comunitarismo e Educação para a Cidadania (II) – Antonio Carlos Will Ludwig – EXCLUSIVO
A concepção comunitarista se revela como um fundamento totalmente consoante ao exercício da cidadania ativa.

É necessário ir além das “etiquetas” no ensino de ciências – Martha Marandino – EXCLUSIVO
Em 1991, no meu mestrado, analisei as tendências do ensino de ciências presentes nas produções acadêmicas da área e identifiquei quatro delas. Destaco duas aqui: as abordagens sociais e o ensino de ciências na escola como fator de transformação social.

A padronização da vida e o combate à diversidade – Tiago Tristão Artero – EXCLUSIVO
Sem ter muita opção, comunidades inteiras são obrigadas a abrir mão de seus territórios, de sua cultura, de suas crenças, de seus processos educativos, de sua medicina (específica de cada região, pois não é difícil entender que cada bioma possui suas plantas, climas e dinâmicas específicas) para proletarizar-se de acordo com interesses eminentemente internacionais.
Leia Mais.

BICENTENÁRIO EM FOCO
Ouro, prata e bronze: um centenário em exposição em Parahyba do Norte! – Aline de Morais Limeira – EXCLUSIVO
O tema da independência do Brasil tem se tornado mais atual em virtude do seu bicentenário que se aproxima (2022). O importante objetivo é repensar as histórias e memórias do acontecimento que marca o nascimento oficial da história nacional.

EDUCAÇÃO E LITERATURA
A ridícula ideia de nunca mais te ver –  Amanda Tolomelli Brescia – EXCLUSIVO
Escrever amenizou a dor dessas mulheres? Penso que não! Não senti a dor amenizada, mas depois de ler o livro e o diário (que está como apêndice ao livro) tenho certeza de que ler amenizará a dor de muitas mulheres (e homens) que nunca mais verão alguém!

Manchas da sorte – reais são as palavras (Parte II) – Ivane Laurete Perotti – EXCLUSIVO
Não contou as pedras da volta. Correu. Pronto. Centenas de páginas o esperavam. Palavras seculares. Pulou o banho. O pão esmaecido. O café ralo e frio. À mesa manca, abriu a tampa. Primeira folha. Dedos suaves. Olhos Raio X. Narinas dilatadas. Segunda folha. Respiração presa. Terceira.

CONVITE À LEITURA
Lélia Gonzalez: por um feminismo afro-latino-americano – Alexandra Lima da Silva – EXCLUSIVO
Organizado pelas professoras Flavia Rios e Márcia Lima, as quais também assinam a bela introdução, o livro conta com publicação da Zahar, e estrutura-se harmonicamente em 3 partes: Ensaios; Intervenções e Diálogos.

EDUCAÇÃO, SAÚDE E SOCIEDADE
Cartas para Guimarães Rosa – Daniella Guimarães de Araújo e Tânia Maria de Almeida Alves – EXCLUSIVO
Por meio da literatura e da arte e a experiência da contemplação poética é possível alargar a visão individual e social e suscitar a compreensão de fatos, a tomada de consciência sobre situações da vida e estimular uma ação transformadora.

EDUCAÇÃO E DIREITOS HUMANOS
Paulo Freire e os Direitos Humanos – Carlos Alberto de Moraes – EXCLUSIVO
Paulo Freire mergulhou no que há de mais humano nas pessoas, compreendendo as dores e sofrimentos dos seus companheiros e companheiras de caminhada e a dualidade que persistia em habitar a consciência do oprimido.

EDUCAÇÃO, GÊNERO E SEXUALIDADES
Considerações para uma escola afrontosa – Jardiael Herculano e Marcos Ribeiro Mesquita – EXCLUSIVO
Historicamente, a escola se constituiu como um espaço marcado pelas diferenças de gênero e sexualidade, se atribuindo muitas vezes a responsabilidade de regulação dos corpos, deixando neles marcas expressivas e apontando como estes devem ser usados.

EJA EM PAUTA
Continuemos naquele carrinho de mão… LGBTQIA+ EJA – Douglas Tomácio – EXCLUSIVO
Sôfregas e violentadas pela Pedagogia do Destino, ao tom de sina, se constroem às sombras da pior carência e privação: aquela em busca incessante de reconhecimento por humanidade.

ENTREMEMÓRIAS
Vida de Samara, dentro e fora da Escola – Samara Silvério da Silva – EXCLUSIVO
A escola pública foi e ainda é a minha base escolar, através dela é que obtive todo o conhecimento estudantil e agora o profissional. Precisamos juntos valorizar e lutar por uma educação de qualidade.

PESQUISA EDUCACIONAL
Infâncias confinadas: a educação como direito das crianças em tempos de pandemia – Aliandra Cristina Mesomo Lira, Eliane Dominico, Magali Maria Johann, Maristela Aparecida Nunes  – Educação em Revista (UNESP)
O artigo objetiva problematizar as experiências educativas vividas pelas crianças, suas famílias e professores na condição presente da crise humanitária gerada pela pandemia do COVID-19.

EDUCAÇÃO PELO BRASIL
Auxílio sim, desmonte não! Mais de 60 entidades se manifestam contra PEC Emergencial – Jornal da Ciência
Elas organizou um tuitaço com a #AuxilioSimDesmonteNao.

Entidades criticam proposta de pôr fim ao piso da educação e saúde – Carta Capital
As associações consideram o texto da PEC Emergencial um ‘avanço contra os limites assentados na Constituição, fruto da evolução estatal.

Leia mais.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Por que derrubar os vetos da Lei do FNDCT? – Prof. Mario Neto Borges (para o Inteligência Coletiva)
Os recursos do Fundo Nacional de Ciência e Tecnologia são essenciais para dar continuidade ao combate à pandemia e também para as Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa, como a FAPEMIG. A não liberação dos recursos do FNDCT prejudica a avanço da CT&I no Brasil.

Para abrir o mundo da ciência – Pesquisa FAPESP
Textos de jornalismo científico podem estimular estudantes e ajudar professores do ensino básico a entrar em novos assuntos.

Leia mais.

AMÉRICA LATINA
El programa de vacunación de los docentes estará estructurado en cinco fases – Página 12 / Argentina
El ministro Trotta anunció que se usará para vacunar al personal docente y no docente el millón de vacunas de Sinopharm.

Derecho a Educación salta barreras de la pandemia en Bolivia – Prensa Latina / Bolívia
La Habana, 25 feb (Prensa Latina) Bolivia comenzó en febrero un curso escolar inédito, con clases a distancia debido a la Covid-19 y un plan multiplataforma, gracias a la voluntad del Gobierno de llevar el saber hasta los sitios más intrincados.

Leia mais.

PENSAR INDICA
Estamos nos aproximando do Bicentenário da Independência. Para aprofundar os debates sobre os múltiplos significados desta importante efeméride, sobretudo no campo da educação, o Portal do Bicentenário promove o curso Educação e Nação no Bicentenário da Independência. Nele, professores/as e pesquisadores/as de várias partes do Brasil vão expor suas visões sobre grandes temas nacionais, abordando-os no transcurso dos últimos 200 anos.
Na aula do dia 04 de março de 2021 vamos conversar com a professora Diléia Martins (UFSCar) sobre Educação Especial e Educação Inclusiva no Brasil nos últimos 200 anos.
O evento contará com a presença de intérpretes de LIBRAS e certificará quem acompanhar ao vivo pelo Youtube.

INDICAÇÃO DO(A) LEITOR(A)
João Victor Oliveira – Um Brasil sem a garantia da vinculação constitucional de recursos para a educação? Vamos viver do Fundeb? Manifestação da Fineduca em repúdio à proposta de desvinculação de recursos da receita de impostos à educação, da PEC nº 186/2019.

OPINIÃO DO(A) LEITOR(A)
Luciana em 19/02/2021 (Educação e Literatura, edição, 308, A importância da leitura). Excelente texto. Gosto muito da escrita da autora Tayrine Batista, sempre muito esclarecedora.

Atila Guilherme em 19/02/2021 (Educação e Literatura, edição, 308, A importância da leitura). Excelente texto. Gosto muito da escrita da autora Tayrine Batista, sempre muito esclarecedora.

Thayane Dantas em 19/02/2021 (Educação e Literatura, edição, 308, A importância da leitura). Excelentes apontamentos! Ler vai muito além do lazer… Implica na abertura de um leque de estímulos cognitivos. Amei

Aldenize Ladislau em 19/02/2021 (Bicentenário em foco, edição 308, Histórias de professores(as) e da escola na Parahyba do Norte). Excelente texto! Parabéns, professora Lays!!!

Magda Antunes em 19/02/2021 (EJA em Pauta, edição, 308, Podem os sujeitos da EJA falar? A EJA e a escrita de si).  Olá Maria Marlete! Olá companheiros da EJA ! Sempre leio os textos publicados e aprendo muito com tudo que vocês socializar conosco. Obrigada pela possibilidade desses encontros. Eu como educadora da EJA é pesquisadora considero de muita importância esse espaço de diálogo que vocês têm socializar o conosco. Continue Lendo.

Anna Andrade em 19/02/2021 (Educação e Literatura, edição, 308, A importância da leitura). Por um mundo com mais leitores <3 Adorei o post!

Douglas em 20/02/2021 (Educação e Direitos Humanos, edição, 308, O Bom Combate de Educadores e Educadoras Freireanos). De cá, a alegria de poder, por meio de texto tão singular, reascender o compromisso de um fazer educativo emancipatório. Que seja luta comprometida, que seja educação de todas e todos! Ao autor, a gratidão pela fortuna de tão bom encontro com Freire. Que venham outros mais.

Maria Marlete de Souza em 23/02/2021  (EJA em Pauta, edição, 308, Podem os sujeitos da EJA falar? A EJA e a escrita de si). Fanny, você consegui sintetizar toda ideia do texto e apontar as questões importantes sobre as quais precisamos refletir. Sua opinião só reforça meu interesse em continuar pesquisando sobre a modalidade da EJA. Obrigada.

TIRINHA
Cartunista das Cavernas