Lançamento: Revista Linguasagem

3 de junho de 2022 / Comentários desativados em Lançamento: Revista Linguasagem

Lançamentos

Está no ar o  volume  41  da  Revista Linguasagem

Este volume é  o  palco  para  apresentação  de  três conjuntos  de  textos  diversos:  artigos  centrados  na  temática  da  Pandemia,  textos referentes  ao  número  corrente  da  revista  e  um  conjunto  de  resenhas  na  área  de Linguística. Os   textos   centrados   na   temática   da   Pandemia   atendem   ainda   a   demanda levantada  em  nosso  volume  anterior,  no  qual  variados  autores/as, nas  mais  diversas escolas  e  domínios  das  Ciências  da  Linguagem,  puderam  nos  conduzir  à  reflexão  e  à crítica de um lamentável momento em que infelizmente ainda nos  encontramos. Como lá  dissemos: “A  pandemia  levou  muitas  pessoas  a  óbito,  separou  muitos  de  nós fisicamente,  tornando-se  um  momento  de  profundo  pesar  a  muitas  famílias  enlutadas,deixando   um   vazio   imenso   nos   corações;   porém,   graças   à   ciência,   continuamos resistindo  e  caminhando  em  busca  da  promoção  e  da  valorização  da  vida,  produzindo técnicas  que  diminuem  o  impacto  da  doença  e  promova  caminhos  para  a  proteção  davida”.A seção de textos em fluxo contínuo referentes  ao primeiro volume de 2022 da Revista Linguasagem permanece atendendo a um dos principais objetivos do periódico, qual seja, a publicação de pesquisas em, sobree das Ciências da Linguagem realizadas pelos  mais  variados  atores  da  produção  científica  nacional,  em  seus  mais sortidos estágios de formação. De maneira inédita, neste volume também são publicadas, assemblé, as resenhas das  aulas  ministradas  para  o  Curso  de Análise  do  Discurso  Digital(ADD)promovido pela ABRALIN (EAD). Dentre elas, “Discurso, interdiscurso e memória  na web”, aula proferida pela docente Cristiane Dias e resenhada por Nathália Villane Rippel, “De nós a  arestas:  percurso  metodológico  (possível)  na  Análise  do  Discurso  Digital  (ADD)”  de Micheline  Tomazzi  por Juliana  Alles  de  Camargo  de  Souza, “A  dualidade  discursiva nas redes sociais” de Fábio Malini feita por Brayna Conceição dos Santos Cardoso, “O (não-)lugar  do  Sujeito  Pós-Humano:  Uma  resenha de  ‘Dualismo  Digital  Persiste?’” de Julia  Lourenço  Costa por  Rodrigo  Costa e  por  fim,  a  resenha  sem  título  da  aula de Massimo Di Felice realizada por Luciana Possas. A  imagem  de  nossa  capa,  uma  foto  de  um  espaço  de  vivência e  convivência social  (acadêmica  e  também  comunitária,  pois  a  Universidade  não  está  deslocada  da sociedade)e de apresentações   culturais   da   UFSCar   conhecido   como palquinho representa a  diversidade  (necessária)  existente  na Universidade.  Local  de  vivência, convivência, mas também de resistência e de mobilização. Em tempos como os de hoje, resistir e se mobilizar é um ato de sobrevivência e de coragem. Em   tempo,   registramos   nosso   reconhecimento   aos   membros   da   comissão científica,  aos  pareceristas  eaos  estagiários  pelo  trabalho  primordial  de  edição  e organização desta nova edição. Renovamos nossos agradecimentos ao Departamento de Letras e ao Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal de São Carlos (DL-UFSCar e PPGLUFSCar) que sempre apoiaram nossa revista e fomentaram as  nossas  discussões  como forma  de  resistir  a  todo  e  qualquer  ataque  durante  esses tempos sombrios que vivemos.

 

Mais informações: https://www.linguasagem.ufscar.br/index.php/linguasagem/issue/view/86